Já ouviu falar em Chaves Codificadas Automotivas? Quer conhecer o que tem de mais inovador em Chaves Codificadas Automotivas? veja abaixo. Chave Codificadarequer manutenção diária. O condutor deve evitar que ela caia no chão.
Em primeiro lugar é importante lembrar que cada vez mais comum, a chave com transponder para imobilizar o motor é um item que ajuda na segurança contra furtos. Como contém e incorpora eletrônica, porém, o equipamento necessita de cuidados diários para não se danificar com facilidade.
Além de não molhar, é bom evitar quedas, exposição a campos magnéticos e, claro, perdê-la. Afinal, a solicitação de uma nova nas autorizadas ou em chaveiros especializados pode custar caro, dependendo do tipo de carro.

Sistema de Chaves Codificadas Automotivas

O sistema de Chaves Codificadas Automotivas de code começou por volta de 1996,diminuindo bastante o numero de furtos aos carros da época.
Antes das dicas, vamos entender como é o funcionamento destas chaves.

Segundo Marco Zampiere, supervisor de sistemas e informações de serviços da Volkswagen, a peça com transponder nada mais é do que duas chaves em uma: “Uma tem o código mecânico fresado, igual à da porta de uma casa, e outra que carrega componentes eletrônicos”, explica. Estes componentes são a unidade de controle e o transponder, um chip embutido que armazena as informações de carro.

Assim ao entrar em contato com a ignição, o dispositivo eletrônico é energizado por uma onda magnética e responde com um código específico. A unidade central é acionada no mesmo instante e começa a reconhecer os dados do carro.

Ainda assim, caso as informações não sejam as corretas, o motor não funciona e o sistema de combustíveis é imobilizado.

Esse sistema anti furto está presente em todas as marcas e está evoluindo e se aprimorando, como as chaves Keyless.